Um ponto muda um conto: contribuições de um software educativo no processo de desenvolvimento de letramentos

Nukácia Meyre Silva Araújo, Fernanda Rodrigues Ribeiro Freitas, Eleonora Figueiredo Correia Lucas de Morais

Resumo


Neste artigo, pretendemos analisar as práticas de letramento subjacentes às atividades didáticas presentes no software educativo Um ponto muda um conto. A atividade em que focamos as análises objetiva mostrar como as práticas de letramento se relacionam com os conceitos de gêneros textuais para que o aluno aprenda os vários aspectos inerentes a eles, inclusive os interacionais. Abordamos também as questões relacionadas ao uso de softwares educativos no contexto da sala de aula. Para isso, usamos, como aporte teórico principal, Kleiman (2008), Street (2000) e Ribeiro (2013). A pesquisa, de natureza qualitativa, é bibliográfica. Os resultados mostraram que o software educativo analisado tem o potencial de desenvolver os letramentos dos alunos, pois trabalha vários aspectos relacionados à leitura e aos gêneros textuais num contexto virtual de aprendizagem.


Palavras-chave


Letramentos. Software educativo. Ensino-aprendizagem de Língua Portuguesa.

Texto completo:

PDF

Referências


BAKHTIN, M. Os gêneros do discurso. In Estética da criação verbal. Trad. de Paulo Bezerra. 4. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

KLEIMAN, A. Modelos de letramento e as práticas de alfabetização na escola. In: KLEIMAN, A. (Org.). Os significados do letramento: uma nova perspectiva sobre a prática social da escrita. Campinas: Mercado de Letras, 1995, p. 15-58.

MENEZES, L. C. de.; ARAÚJO, N. M. S. Um ponto muda um conto. Projeto CONDIGITAL/Língua Brasil. Fortaleza: Ágora, 2009. CD-ROM.

RIBEIRO, F. R. Jogos educacionais digitais para ensino de língua portuguesa: uma proposta de avaliação didático-pedagógica e ergonômica. 2013. 135 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada) - Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2013.

STREET, B. Literacy events and literacy practices: theory and practice in the New Literacy Studies. Tradução de Izabel Magalhães. In: MARTIN-JONES, M.; JONES, K. (Orgs.). Multilingual literacies. Amsterdã/Filadélfia: John Benjamins, 2000, p. 17-29.

WILEY, D. Connecting learning objects to instructional design theory: A definition, a metaphor, and a taxonomy. In D. A. Wiley (Ed.), The Instructional Use of Learning Objects. Online Version (2000). Disponível em . Acesso em 08/05/2017.




DOI: http://dx.doi.org/10.22168/2237-6321-2987

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Entrepalavras © 2012. Todos os direitos reservados.
Av. da Universidade, 2683, Benfica, CEP 60020-180, Fortaleza-CE | Fone: (85) 3366.7629
Creative Commons License
Entrepalavras (ISSN: 2237-6321) está licenciada sob Creative Commons Attribution-NonCommercial 3.0.