Sociointeracionismo: pressupostos teóricos para o embasamento de práticas escolares em leitura e escrita

Marco Aurélio Cosmo Machado, Maria Luzimar Fernandes dos Santos

Resumo


Este artigo tem como objetivo principal apresentar os pressupostos teóricos da concepção sociointerativa de língua e suas implicações no ensino de Língua Portuguesa (LP) como língua materna. À luz de Marcuschi (2008), Antunes (2010) e Koch (2011), serão expostas as principais características dessa visão de língua através de comparações com outras concepções e reflexões sobre o objetivo maior do uso da língua. Posteriormente, demonstraremos como essa visão influencia na aprendizagem de LP como língua materna. Para tanto, os processos que permeiam a leitura e a escrita de textos serão apresentados a fim de que possamos embasar as práticas de leitura e produção textual no âmbito escolar. Em seguida, apresentaremos uma proposta de atividade embasada no sociointeracionismo e direcionada para o 4º ano do ensino fundamental. Por fim, conclui-se que considerar o ensino de LP à luz do sociointeracionismo é outorgar à leitura e escrita objetivos claros e funcionais que irão dar sentido à produção textual dos alunos.

Palavras-chave


sociointeracionismo; leitura; produção textual.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22168/2237-6321.5.5.2.128-146

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Entrepalavras © 2012. Todos os direitos reservados.
Av. da Universidade, 2683, Benfica, CEP 60020-180, Fortaleza-CE | Fone: (85) 3366.7629
Creative Commons License
Entrepalavras (ISSN: 2237-6321) está licenciada sob Creative Commons Attribution-NonCommercial 3.0.