A construção dos ethé de Karol Conká: uma análise discursiva e textual

Letícia Teixeira Lobo Rodrigues, André Brito da Silva, Francisco José Gomes de Sousa

Resumo


O presente artigo, à luz do que preveem os critérios analíticos da Análise do Discurso de corrente francesa, da Linguística Textual e de assunções teóricas com as Retóricas clássica e moderna, pretende analisar e discutir a construção da prova argumentativa do ethos a partir de três imagens discursivas constituídas pela rapper brasileira Karol Conká. Para tanto, realizou-se um recorte do nosso objeto de investigação, que consiste nas representações éticas elaboradas pela cantora no marco temporal antes, durante e após sua participação no reality show Big Brother Brasil 21. Ademais, a pesquisa deseja observar como essas imagens construídas apresentam os posicionamentos discursivos assumidos e a orientação argumentativa dos textos produzidos pelo sujeito enunciador em questão, na medida em que utilizamos tais pressupostos como parâmetros de análise para as reflexões aqui empreendidas. Assim, o estudo apoia-se nos subsídios teóricos oferecidos por Amossy (2008), Maingueneau (2008) e Cavalcante et al. (2019), para que, dessa maneira, possamos teorizar e credibilizar as nossas examinações. Ao término do trabalho, chegamos à conclusão de que Karol Conká, a depender do contexto comunicativo em que se encontrava, construía um ethos diferente, agindo de forma estratégica e, essencialmente, argumentativa, e assim elaborava uma imagem discursiva e textual de si que melhor atendia aos seus propósitos comunicativos em uma dada interação. Isso leva à conclusão de que, em um mesmo ser enunciador, é possível o estabelecimento de ethé completamente distintos, ainda que em um espaço de tempo relativamente curto.


Palavras-chave


Ethos. Karol Conká. Argumentação.

Texto completo:

PDF

Referências


AMOSSY, Ruth. Images de soi dans le discours: la construction de l’ethos. Suíça: Delachaux e Niestlé, 1999.

AMOSSY, Ruth. As modalidades argumentativas do discurso. In: LARA, Gláucia; MACHADO, Ida; EMEDIATO, Wander (Orgs.). Análises do discurso hoje. Vol. 1. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2008, p. 231-254.

AMOSSY, Ruth. A argumentação no discurso. Trad. Eduardo Lopes Piris et al. São Paulo: Contexto, 2018.

ARISTÓTELES. Retórica. Trad. Manuel Alexandre Júnior, Paulo Farmhouse Alberto e Abel do Nascimento Pena. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2012.

CAVALCANTE, M. M. et al. O texto e suas propriedades: definindo perspectivas para análise. (Con)textos Linguísticos. Vitória, v. 13, n. 25, p. 25-39, 2019.

CAVALCANTE, M. M. et al. Coerência e referenciação. In: MARQUESI, S.; PAULIUKONIS, A. L.; ELIAS, V. M. (Orgs.). Linguística textual e ensino. São Paulo: Contexto, p. 91-17, 2017.

CHALUB, J. V. Reflexões sobre o ethos do discurso. Revista (Con)Textos Linguísticos, Vitória, v. 9, n. 14, p. 161-175, dez. 2015. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/contextoslinguisticos/article/view/10901. Acesso em: 15 jun. 2021.

FIORIN, José Luiz. Tendências da análise do discurso. Cadernos de Estudos Linguísticos, Campinas, v. 19, p. 173–179, jul./dez. 1990. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cel/article/view/8636834. Acesso em: 14 ago. 2021.

MACEDO, P. S. A. Análise da argumentação nos discursos: uma perspectiva textual. 245f. - Tese (Doutorado em Linguística). Universidade Federal do Ceará, 2018.

MAINGUENEAU, Dominique. Gênese dos discursos. Trad. Sírio Possenti. Curitiba: Criar, 2005.

MAINGUENEAU, Dominique. Cenas da enunciação. São Paulo: Parábola, 2008.

MAINGUENEAU, Dominique. Variações sobre o ethos. Trad. Marcos Marcionilo. São Paulo: Parábola, 2020.

MENDES, Maria. D. N. A construção identitária regional pelas topografias discursivas das canções do “pessoal do Ceará”. 158f. (Dissertação de mestrado em Linguística) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2007.

OLIVEIRA, R. L. Uma análise textual do pathos em polêmicas. 144f - Dissertação (Mestrado em Linguística). Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2020.

OLIVEIRA, R. L.; CAVALCANTE, M. M.; SILVEIRA, G. B. O apelo ao pathos em texto e a modalidade argumentativa patêmica. Revista Investigações, Recife, v. 33, nº especial, Texto: gêneros, interação e argumentação - III Workshop de Linguística Textual, p. 7-26, 2020. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/INV/issue/view/3112/showToc. Acesso em: 18 mai. 2021.

PAVEAU, Marie-Anne. Análise do discurso digital: dicionário das formas e das práticas. Tradução de Júlia Lourenço Costa e Roberto Leiser Baronas. São Paulo: Pontes Editores, 2021. 418 p.

SANTOS, Ivanaldo Oliveira dos; SOUZA, Gerizilda Dantas de. Análise do homem em uma caverna tecnológica: o interdiscurso e o ethos discursivo na obra A Caverna de José Saramago. Revista Saridh - Linguagem e Discurso, Currais Novos, v. 1, n. 1, p. 40-66, 2019. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/RevSaridh/article/view/17897/11659. Acesso em: 15 mai. 2021.




DOI: http://dx.doi.org/10.22168/2237-6321-12esp2412

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Entrepalavras © 2012. Todos os direitos reservados.
Av. da Universidade, 2683, Benfica, CEP 60020-180, Fortaleza-CE | Fone: (85) 3366.7629
Creative Commons License
Entrepalavras (ISSN: 2237-6321) está licenciada sob Creative Commons Attribution-NonCommercial 3.0.