O ensino da colocação pronominal: aplicação de SD em turmas de terceiro ano do ensino médio

Denise Lino de Araújo, Rhávila Rachel Guedes, Larissa Moraes Pedrosa, Danielly Gomes dos Reis, Djamara Virginia F. da Rocha Silva, Jéssica Amanda de Souza Silva

Resumo


O objetivo deste artigo é o de descrever e de analisar uma experiência de ensino sobre a colocação pronominal em duas turmas de 3º ano de ensino médio. A experiência pautou-se pelos conceitos de Sequência Didática - SD (DOLZNOVERRAZ;SCHNEUWLY, 2004), de Análise Linguística (KEMIAC;LINO DE ARAÚJO, 2010) e variação linguística (PATRIOTA, 2009;BAGNO, 2013).  Essa experiência tem como foco o ensino de análise linguística de uso dos casos de ênclise, próclise e mesóclise, em diversas situações uso. Para isso, a noção de SD foi redimensionada e, com base em Cunha (2012), é entendida neste trabalho como conjunto de atividades organizado para alcançar um objetivo de aprendizagem. Os dados analisados resultam da avaliação contínua da SD, que levou ao redirecionamento do planejamento. Os resultados apontam que os simulados inicial e final não se mostraram os melhores indicadores de aprendizagem. Uma atividade de fixação realizada no sexto módulo da SD apresentou os indicadores mais seguros da aprendizagem. Assim, a conclusão é a de que diagnósticos podem não funcionar como bons indicadores para a avaliação de uma SD.

Palavras-chave


Sequência didática; Colocação pronominal; Análise linguística.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22168/2237-6321.4.4.2.166-187

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Entrepalavras © 2012. Todos os direitos reservados.
Av. da Universidade, 2683, Benfica, CEP 60020-180, Fortaleza-CE | Fone: (85) 3366.7629
Creative Commons License
Entrepalavras (ISSN: 2237-6321) está licenciada sob Creative Commons Attribution-NonCommercial 3.0.