“Recebi no Zap...Será qui é verdade?”: Discursos sobre o sujeito idoso internauta no Facebook

Francisco Vieira da Silva

Resumo


O objetivo deste estudo é analisar discursos sobre o sujeito idoso internauta em um grupo do Facebook, de modo a investigar como os posicionamentos discursivos inscritos nesse grupo e envoltos em relações de saber-poder emolduram dizeres sobre o idoso internauta. Para isso, parte-se da perspectiva teórica de Michel Foucault (1995, 2006, 2009, 2010, 2011) e de suas contribuições para os estudos do discurso. Do ponto de vista metodológico, o presente estudo caracteriza-se como uma abordagem descritivo-interpretativa de cunho qualitativo. As análises mostram que, a partir das posições enunciativas enfocadas, o sujeito idoso internauta é visto em constante conflito com as tecnologias digitais e as utiliza para a assunção de uma pauta moral-religiosa.


Palavras-chave


Discurso. Idoso. Tecnologia digital.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, R. Bolsonaro presidente: conservadorismo, evangelismo e crise brasileira. Novos Estud. CEBRAP, São Paulo, v. 38, n. 1, p. 185-213, jan./abr. 2019. Disponível em: . Acesso em: 09 jan. 2020.

BÍBLIA SAGRADA. 1 Coríntios. Disponível em: . Acesso em: 07 jan. 2020.

FERREIRA, M. C.; TEIXEIRA, K. M. D. O uso de redes sociais virtuais pelos idosos. Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento, Porto Alegre, v. 22, n. 3, p. 153-167, 2017.

FOUCAULT, M. O sujeito e o poder. In: RABINOW, P.; DREYFUS, H. Foucault: uma trajetória filosófica para além do estruturalismo e da hermenêutica. Trad. Vera Porto Carrero. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1995. p. 231-250.

FOUCAULT, M. Estratégia, poder-saber. Trad. Vera Lúcia Avellar Ribeiro. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2006. (Coleção Ditos e Escritos; IV).

FOUCAULT, M. A ordem do discurso. 19. ed. São Paulo: Edições Loyola, 2009.

FOUCAULT, M. A arqueologia do saber. Trad. Luiz Neves. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2010.

FOUCAULT, M. A coragem da verdade: o governo de si e dos outros II: curso no Collège de France (1983-1984). Trad. Eduardo Brandão. São Paulo: Martins Fontes, 2011.

JENKINS, Henry. Cultura da Convergência. 2. ed. São Paulo: Aleph, 2009.

LEVITES, M. Terceira idade conectada, sim! 2019. Disponível em . Acesso em: 04 jan. 2020.

MACHADO, R. Impressões de Michel Foucault. São Paulo: n-1 edições, 2017.

NAVARRO, P. Dispositivo e governo da velhice no discurso da web. Revista da ABRALIN, Curitiba, v. 14, n. 2, p. 193-214, jul./dez. 2015.

ORTEGA, F. Das marcas sociais às utopias corporais: identidades somáticas e marcas corporais. In: ALMEIDA, M. I. M.; EUGENIO, F. (Orgs.). Culturas jovens: novos mapas do afeto. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2006. p. 42-58.

RIBEIRO, C. E.; CARNEIRO, S. R. G.; AUGUSTO, V. F. Apresentação de dossiê especial: na orla do tempo, os mil rostos de nossa atualidade: porque ainda a arqueologia. Cadernos de ética e filosofia política, São Paulo, v. 2, n. 35, p. 33-41, 2019. Disponível em: . Acesso em: 03 jan. 2020.

TEZZA, R.; BONIA, A. C. O idoso e a internet: uma etnografia sobre interação e aprendizagem. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 15, n. 1, p. 185-197, jan./abr. 2010.




DOI: http://dx.doi.org/10.22168/2237-6321-21811

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Entrepalavras © 2012. Todos os direitos reservados.
Av. da Universidade, 2683, Benfica, CEP 60020-180, Fortaleza-CE | Fone: (85) 3366.7629
Creative Commons License
Entrepalavras (ISSN: 2237-6321) está licenciada sob Creative Commons Attribution-NonCommercial 3.0.