Uma visão dinâmica sobre a inteligibilidade de fala: um estudo longitudinal com haitianos e brasileiros

Jeniffer Albuquerque, Ubiratã Kickhöfel Alves

Resumo


Na esteira de contribuições que entendem o desenvolvimento linguístico de Línguas Adicionais (LAs) via Teoria dos Sistemas Dinâmicos Complexos (VERSPOOR; DE BOT; LOWIE, 2011; LOWIE; VERSPOOR, 2015; LOWIE; VERSPOOR, 2019, dentre outros), assume-se a variabilidade como um processo inerente ao aprendizado de uma línguae, em decorrência disso, a flutuação linguística apresentada por alguns aprendizes pode estar atrelada a uma melhora em sua proficiência (LOWIE; VERSPOOR, 2019). Partindo de tal visão de língua como Sistema Dinâmico Complexo e da definição de ‘inteligibilidade’ de Derwing e Munro (2015), revisitada sob uma visão dinâmica em Albuquerque (2019), este trabalho apresenta resultados de um estudo longitudinal do referido construto. O estudo longitudinal (com 12 pontos de coleta) contou com dois falantes haitianos (com diferentes tempos de residência no Brasil e níveis de proficiência no português) e dois ouvintes brasileiros (com diferentes experiências em outras LAs e graus de contato com estrangeiros, aprendizes de Português como LA). Os ouvintes realizaram uma tarefa de inteligibilidade caracterizada pela repetição oral de palavras. Análises de pico de aprendizagem e simulações de Monte Carlo (cf. VERSPOOR; DE BOT; LOWIE, 2011) revelaram picos significativos de aprendizagem para duas das quatro possíveis combinações entre falantes e ouvintes. Os achados contribuem com um olhar dinâmico para o construto de ‘inteligibilidade’ e têm implicações para estudos em desenvolvimento linguístico em LAs.

 

Palavras-chave


Inteligibilidade de Português como Língua Adicional. Teoria dos Sistemas Dinâmicos Complexos. Estudo longitudinal.

Texto completo:

PDF

Referências


ALBUQUERQUE, J. I. A. Caminhos Dinâmicos em Inteligibilidade e Compreensibilidade de Línguas Adicionais: um estudo longitudinal com dados de fala de Haitianos aprendizes de Português Brasileiro. Tese (Doutorado em Letras). Programa de Pós-Graduação em Letras: Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2019.

ALVES, U. K. Ensino de pronúncia na sala de aula de língua estrangeira: questões de discussão a partir de uma concepção de língua como sistema adaptativo e complexo. Versalete, Curitiba, v. 3, p. 392-413, 2015.

DE BOT, K.; LOWIE, W.; VERSPOOR, M. H. A Dynamic Systems Theory approach to second language acquisition. Bilingualism: Language and Cognition, Cambridge: Cambridge University Press, v.10, n.1, 7-21, 2007.

DE BOT, K. Complexity Theory and Dynamic Systems Theory: same or different? In: ORTEGA, Lourdes; HAN, ZhaoHong (ed.). Complexity Theory and Language Development: in celebration of Diane Larsen-Freeman. Amsterdam: John Benjamins Publishers, 2017. p. 51-58.

DERWING, T.; MUNRO, M. The development of L2 oral language skills in two L1 groups: A 7- year study. Language Learning, London: Wiley-Blackwell, v. 63, n. 2, p. 163-185, 2013.

DERWING, T.; MUNRO, M. Pronunciation fundamentals: Evidence-based perspectives for L2 teaching and research. Amsterdam: John Benjamins Publishing Company, 2015. 42 v.

KANG, O.; THOMSON, R.; MORAN, M. Empirical Approaches to the intelligibility of different varieties of English in predicting listener comprehension. Language Learning, London: Wiley-Blackwell, v. 68, n. 1, p. 115-146, 2018.

LARSEN-FREEMAN, D. Complexity Theory: the lessons continue. In: ORTEGA, L.; HAN, Z. (Eds.). Complexity Theory and Language Development: in celebration of Diane Larsen-Freeman. Amsterdam: John Benjamins Publishing Company, 2017. p. 11-50.

LINDEMANN, S.; SUBTIRELU, N. Reliably biased: The role of listener expectation in the perception of second language speech. Language Learning, London: Wiley-Blackwell. v. 63, n. 3, p. 567-594, 2013.

LOWIE, W. Lost in state space? Methodological considerations in Complex Dynamic Theory approaches to second language development research. In: ORTEGA, L.; HAN, Z. (Eds.). Complexity theory and language development: in celebration of Diane Larsen-Freeman. Amsterdam: John Benjamins Publishers, 2017. p. 123-141.

LOWIE, W; VERSPOOR, M. H. Individual differences and the ergodicity problems. Language Learning, London: Wiley-Blackwell. v. 69, s.1, p. 184-206, 2019.

LOWIE, W; VERSPOOR, M. Variability and Variation in Second Language Acquisition Orders: A Dynamic Reevaluation. London: Wiley-Blackwell. Language Learning, v. 65, n. 1, p. 63-88, 2015.

MUNRO, M.; DERWING, T. Foreign accent, comprehensibility, and intelligibility in the speech of second language learners. Language learning, London: Wiley-Blackwell, v. 45, n. 1, p. 73-97, 1995a.

MUNRO, M.; DERWING, T. Processing time, accent, and comprehensibility in the perception of native and foreign-accented speech. London: Wiley-Blackwell. Language and speech, v. 38, n. 3, p. 289-306, 1995b.

NAGLE, C.; TROFIMOVICH, P.; BERGERON, A. Toward a dynamic view of second language comprehensibility. Studies in Second Language Acquisition, Cambridge: Cambridge University Press, v. 41, n. 4, p. 647-672, 2019.

OLIVEIRA, M. de. Imigrantes haitianos no Paraná em 2015. In: GEDIEL, J. A. P.; GODOY, G. G. (orgs.) Refúgio e hospitalidade. Curitiba: Kairós, 2016. p. 249-276.

ROSA, L.; ALVES, U. K.; ALBUQUERQUE, J.; BRISOLARA, L. Inteligibilidade e compreensibilidade na fala de aprendizes hispânicos de PB: resultados de uma tarefa de repetição oral. 2018. Comunicação oral apresentada no III NUPFALE - Núcleo de Fonética e Fonologia Aplicadas à Língua Estrangeira, UFRGS: Porto Alegre, 2018.

SCHOLL, A. P.; FINGER, I. Elaboração de um questionário de histórico da linguagem para pesquisas com bilíngues. Nonada: Letras em revista, Porto Alegre, v. 2, n. 21, p. 1-17, 2013.

SCHWARTZHAUPT, B. M. Testing intelligibility in English: the effects of Positive VOT and contextual information in a sentence-transcription task. Dissertação (Mestrado em Letras) - Programa de Pós-Graduação em Letras, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2015.

SMITH, L.; NELSON, C. International intelligibility of English: directions and resources.. World Englishes, United Kingdom: Oxford University Press, v. 4, n. 3, p. 333-342, 1985.

VERSPOOR, M.; DE BOT, K.; LOWIE, W. M. A Dynamic Approach to Second Language Development: Methods and Techniques. Amsterdam: John Benjamins Publishers, 2011.

YU, H.; LOWIE, W.  Dynamic Paths of Complexity and Accuracy in Second Language Speech: A Longitudinal Case Study of Chinese Learners.  Applied Linguistics, London: Oxford University Press, p. 1-24, 2019. DOI: 10.1093/applin/amz040.

ZIELINSKI, Beth. The intelligibility cocktail: An interaction between speaker and listener ingredients. Prospect: An Australian Journal of TESOL, Australia, n. 21 (1), p. 22-45, 2006.




DOI: http://dx.doi.org/10.22168/2237-6321-11762

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Entrepalavras © 2012. Todos os direitos reservados.
Av. da Universidade, 2683, Benfica, CEP 60020-180, Fortaleza-CE | Fone: (85) 3366.7629
Creative Commons License
Entrepalavras (ISSN: 2237-6321) está licenciada sob Creative Commons Attribution-NonCommercial 3.0.