A correlação entre os contornos melódicos e suas respectivas funções pragmáticas: um estudo experimental

Mariana Fernandes Fonseca

Resumo


A consciência fonológica se divide conceitualmente em consciência fonológica analítica e consciência fonológica holística (MORAIS, 1991). A primeira permite a segmentação consciente de constituintes da fala. Já a segunda possibilita a operação mental consciente de propriedades suprassegmentais da fala. Está em andamento um programa de experimentos psicolinguísticos que visa observar a relação entre o desenvolvimento da consciência fonológica holística, doravante consciência prosódica, e o aprendizado da leitura. Dentro desse Programa, estão sendo realizados testes com adultos letrados como linha de base. Este trabalho apresenta um estudo experimental com 23 adultos cujo objetivo é observar a capacidade de identificação da correlação dos padrões dos contornos melódicos do português brasileiro com suas respectivas funções pragmáticas. A tarefa de escolha restrita aferiu a capacidade de identificação da correlação dos padrões dos contornos melódicos do português brasileiro de acordo com Moraes (2008) — de pergunta, declaração e comando — com suas respectivas funções pragmáticas. Os áudios foram modificados no programa Praat de modo que fosse retirada a parte segmental. Além dos tempos de decisão, também foram registrados os tempos médios de resposta. Os dados coletados receberam tratamento estatístico através do programa EzAnova. Os resultados apontam para a facilidade de relação entre o contorno melódico da pergunta e sua função pragmática (75% de acertos e 1617ms de tempo médio de resposta).


Palavras-chave


Consciência Prosódica. Psicolinguística Experimental. Contornos melódicos.

Texto completo:

PDF

Referências


BARBOSA, P. A. Prosódia. 1. ed. São Paulo: Parábola, 2019.

CALET, N. et al. Suprasegmental Phonology Development and Reading Acquisition: A Longitudinal Study. Scientific Studies of Reading, v. 19, p. 51-71, 2015.

CHOMSKY, N. A. Some concepts and consequences of the theory of government and binding. Cambridge, Mass: MIT Press. 1982.

CLIN, E. M.; WADE-WOOLLEY, L.; HEGGIE, L. Prosodic sensitivity and morphological awareness in children’s reading. Journal of Experimental Child Psychology, v. 104, n.2, p. 197–213, 2009. DOI: 10.1016/j.jecp.2009.05.005.

FONSECA, M. F. Consciência fonológica e o ensino de leitura: quando começar? Revista LinguíStica / Revista do Programa de Pós-Graduação em Linguística da Universidade Federal do Rio de Janeiro, v. 13, n.1, p. 86-103, jan. 2017a.

FONSECA, M. F. Preparado a leitura na Educação Infantil: Desenvolvimento da Consciência Fonológica. 2017b. 149f. Dissertação (Mestrado em Linguística) – Faculdade de Letras Programa de Pós-Graduação em Linguística, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2017b.

FONSECA, M. F. A influência da melodia da fala no processo de alfabetização: um estudo experimental. ReVEL, vol. 17, n. 33, 2019.

GONZÁLEZ-TRUJILLO, M. C.; DEFIOR, S.; GUTIÉRREZ-PALMA, N. The role of nonspeech rhythm in Spanish word reading. Journal of Research in Reading, v. 37, n. 3, p. 316-330, 2014.

LEITÃO, M. Psicolinguística Experimental: Focalizando o processamento da linguagem. In: MARTELOTTA, M. (org.) Manual de Linguística. São Paulo: Contexto, 2008. p. 217-234.

MAIA, M. Processamento de Frases. In: MAIA, Marcus (Org.). Psicolinguística, psicolinguísticas: uma introdução. São Paulo: Contexto, 2015. p. 13-29.

MAIA, M. (org). Psicolinguística e Educação. Campinas: Mercado de Letras, 2018.

MORAES, J. A. The Pitch Accents in Brazilian Portuguese: analysis by synthesis. In: BARBOSA, P.; MADUREIRA, S.; REIS, C. (eds.) Speech Prosody 2008: Fourth Conference on Speech Prosody. Campinas, p. 389-397, 6-9 May, 2008.

MORAIS, J. Phonological Awareness: A Bridge Between Language and Literacy. In: SAWYER, D. J.&. FOX, B. J. (eds). Phonological Awareness in Reading: The Evolution of Current Perspectives. Berlin: Springer-Verlag, 1991. p. 31- 71.

NESPOR, M.; VOGEL, I. Prosodic phonology. Dordrecht: Foris Publications, 1986.

SPEER, S. R.; BLODEGTT, A. Prosody. In: TRAXLER, M.; GERNSBACHER, M. A. (eds), Handbook of Psycholinguistic Research. 2. ed. Amsterdam: Elsevier, 2006. p. 505-537.

TUNMER, W. E.; ROHL, M. Phonological Awareness and Reading Acquisition. In: SAWYER, D. J.; FOX, B. J. (eds). Phonological awareness in reading: The evolution of current perspectives. Berlin: Springer-Verlag, 1991. p. 1-30.




DOI: http://dx.doi.org/10.22168/2237-6321-11741

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Entrepalavras © 2012. Todos os direitos reservados.
Av. da Universidade, 2683, Benfica, CEP 60020-180, Fortaleza-CE | Fone: (85) 3366.7629
Creative Commons License
Entrepalavras (ISSN: 2237-6321) está licenciada sob Creative Commons Attribution-NonCommercial 3.0.