Letramento acadêmico e formação docente: Reflexões sobre estágio em um curso de licenciatura em Letras

Neiva Maria Jung, Giselli Cristina Claro Rampazzo, Rosângela Aparecida Alves

Resumo


Formação docente é um tema de constante reflexão para nós, professores formadores, por reconhecermos que, na universidade, muitas vezes, disciplinas de Estágio ficam ainda muito ou completamente desarticuladas da maioria das demais disciplinas dos cursos de Letras e que, na Educação Básica, continua sendo reafirmada uma visão em torno de “não” se aprender inglês na escola pública. São políticas linguísticas que produzimos e/ou reproduzimos e que têm implicações na aprendizagem de línguas. Considerando assim a necessidade de reflexões, em Linguística Aplicada, sobre cursos de licenciatura que formam professores na área da linguagem, este artigo tem como objetivo refletir sobre o estágio de regência em Língua Inglesa, de alunos de um 5 º ano do curso de Letras licenciatura dupla (Português/Inglês). Serão analisados dados de aula desses alunos com professoras formadoras, uma carta produzida pela turma e respostas dos alunos a um questionário. Pautar-nos-emos nas concepções dos Estudos do Letramento, tendo como foco principal o letramento acadêmico e sua articulação com a formação docente. Em termos de resultados, reconhecemos que os alunos têm dificuldade de compreender as práticas de estágio, como observação, preparo das aulas e apresentação de relatório, em termos de letramento acadêmico. 


Palavras-chave


Formação docente. Letramento acadêmico. Estágio.

Texto completo:

PDF

Referências


CAVALCANTI, M. C. Línguas ilegítimas em uma visão ampliada de educação linguística. In: ZILLES, A. M. S.; FARACO, C. A. (Orgs.). Pedagogia da variação linguística: língua, diversidade e ensino. São Paulo: Parábola, 2015. p. 45 - 65.

FISCHER, A. Letramento acadêmico: uma perspectiva portuguesa. Acta Scientiarum. Language and Culture, Maringá, v. 30, n. 2, p. 177-187, 2008.

GARCEZ, P. M.; SCHULZ, L. Olhares circunstanciados: etnografia da linguagem e pesquisa em Linguística Aplicada no Brasil. Delta, v. 31, especial, p. 1-34, 2015.

GIMENEZ, T. Desafios contemporâneos na formação de professores de línguas: Contribuições da linguística aplicada. In: FREIRE, M.; ABRAHÃO, M. H., BARCELOS, A. M. (Org.). Linguística Aplicada e Contemporaneidade. São Paulo: ALAB, 2005. p. 183-201.

HEATH, S. B. “What no bedtime story means: narrative skills at home and school”. Language and Society, Cambridge, v. 11, p. 49-76, 1982.

IFA, S. Estágio Supervisionado de Língua Inglesa: Experiências Significativas para a Construção de Conhecimento Sobre Prática Docente. Estudos Linguísticos e Literários, Salvador, BA, n. 50, p. 100-119, jul-dez 2014.

JUNG, N. M. Vestibular no contexto da formação docente. In: HARMUCH, R. A.; SALEH. P. B. de O. (orgs.). Estudos da linguagem e formação docente: desafios contemporâneos. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2011. p. 43-54.

KLEIMAN, A. B. Letramento e suas implicações para o ensino de língua materna. Signo, Santa Cruz do Sul, v. 32, n. 53, p. 1-25, dez. 2007.

KLEIMAN, A.; ASSIS, J. A. (Orgs.). Significados e ressignificações do letramento: desdobramentos de uma perspectiva sociocultural sobre a escrita. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2016.

LEA, M. R.; STREET, B. V. O modelo de “letramentos acadêmicos”: teoria e aplicações. Filol. Linguíst. Port., São Paulo, v. 16, n. 2, p. 477-493, jul./dez. 2014.

______; ______. Student writing in higher education: an academic literacies approach. Studies in Higher Education, v. 23, n. 2, p. 157-172, 1998.

MAHER, T. M. A educação do entorno para a interculturalidade e o plurilinguismo. In: KLEIMAN, A. B.; CAVALCANTI, M. C. (Orgs.). Linguística aplicada: suas faces e interfaces. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2007. p. 255-270.

MOITA LOPES, L. P. Ideologia linguistica: como construir discursivamente o português no século XXI. In: ______. (Org.). O português no século XXI: cenário geopolítico sociolinguistico. São Paulo: Parábola Editorial, 2013. p. 18-52.

RAMPAZZO, G. C. C. Práticas de Letramento acadêmico de alunos do curso de Letras de uma universidade pública paranaense, 2018. 138 f. Dissertação (Mestrado em Letras) – Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2016.

REICHMANN, C. L. Letras e Letramentos – Escrita Situada, Identidade e Trabalho Docente no Estágio Supervisionado. Campinas – SP: Mercado das Letras: 2015.

ROJO, R. Pedagogia dos multiletramentos: Diversidade cultural e de linguagens na escola. In: ______; MOURA, E. (Orgs.). Multiletramentos na escola. São Paulo: Parábola Editorial, 2012. p. 11-31.

STREET, B. Dimensões “Escondidas” na Escrita de Artigos Acadêmicos. Perspectiva, Florianópolis, v. 28, n. 2, p. 541-567, jul. /dez. 2010.

______. Letramentos sociais: abordagens críticas do letramento no desenvolvimento, na etnografia e na educação. Tradução de Marcos Bagno. 1. ed. São Paulo: Parábola Editorial, 2014.

SCHLATTER, M.; GARCEZ, P. de M. Relatos de práticas: com a palavra, o professor-autor-formador. Na ponta do lápis, Ano XIII, n. 29, p. 12-19, jul. de 2017.

SOARES, M. Práticas de letramento e implicações para a pesquisa e para políticas de alfabetização e letramento. In: MARINHO, M.; CARVALHO, G. T. (Orgs.). Cultura escrita e letramento. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2010. p. 54-67.

VIANNA, C. A. D.; SITO, L; VALSECHI, M. C; PEREIRA, S. L. M. Do letramento aos letramentos: desafios na aproximação entre letramento Acadêmico e letramento do professor. In: KLEIMAN, A. B.; ASSIS, J. A. (Orgs.). Significados e ressignificações do letramento: desdobramentos de uma perspectiva sociocultural sobre a escrita. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2016. p. 27-62.

ZAVALA, V. Quem está dizendo isso? letramento acadêmico, identidade e poder no ensino superior. In: VÓVIO, C.; SITO, L.; DE GRANDE, p. (Orgs.). Letramentos: rupturas, deslocamentos e repercussões de pesquisas em Linguística Aplicada. Campinas, SP: Mercado das Letras, 2010. p. 71-95.




DOI: http://dx.doi.org/10.22168/2237-6321-31266

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Entrepalavras © 2012. Todos os direitos reservados.
Av. da Universidade, 2683, Benfica, CEP 60020-180, Fortaleza-CE | Fone: (85) 3366.7629
Creative Commons License
Entrepalavras (ISSN: 2237-6321) está licenciada sob Creative Commons Attribution-NonCommercial 3.0.